sábado, 8 de janeiro de 2011



E quando as lembranças insistem em retornar a minha mente eu apenas tenho vontade de partir, partir e levar as cinzas do que restou de nós, pegar a felicidade que sempre foi só sua e joga-lá fora, de modo que eu não pense em você como um amor, e sim como aquele que me deixou, feriu meus sentimentos e me fez desacreditar no amor.

Nenhum comentário: